domingo, 21 de maio de 2017

Meu refúgio

​ 
Estou aqui te esperando 
E vou ficar por aqui 
Por muito tempo 
Pq já não tenho mais escolha 
Não tenho mais pra onde voltar 
Se vc não estiver lá 
Não faz mais sentido caminhar 
Sabendo que vc não estará mais lá 
À me esperar 
Que não pode me perdoar 
Por ter te magoado 
Na verdade 
Eu não posso me perdoar 
Meu coração chora 
Minha alma esta despedaçada 
As lágrimas não secam mais 
As horas não passam 
Os dias se arrastam 
A cor dos meus dias se fora 
O arco-íris sumiu 
As borboletas morreram 
As noites de luar estão nubladas 
Tudo pq eu te fiz chorar 
Tudo pq vc não pode mais acreditar 
Teu silencio me machuca 
Tua ausência me desespera 
Tudo pq eu não te fiz acreditar antes 
Como eras importante 
Quanto te queria bem 
Como eras tudo que eu esperava 
Como teu sorriso me iluminava 
E tua voz me guiava 
Teus olhos eram meu porto seguro 
O seu toque suave 
Um refúgio

Fabi Nunes

Nova morada

​ 
E assim como quem não quer nada 
Ela chegou e passou a dar sentido a minha vida 
Eu que me encontrava perdida 
Num turbilhão de emoções 
Juntando os cacos do que restava da minha alma 
Me encontrava mais uma vez devastada 
Sem rumo e sem direção 
Aos poucos ela me estendeu a mão 
Com carinho e aos pouquinhos ganhou meu coração 
Uma linda mulher desconfiada 
Uma menina escondida e sufocada 
Sua intensidade me fascina 
Daquelas mulheres que você olha e não acredita 
Às vezes acho que não sou páreo para tudo isso 
Ela é perfeita, daquelas que te fazem perder o juízo 
Tipo garotas malvadas, mas no fundo só quer ser amada 
O seu sorriso é inebriante 
Inquieta e agitada 
Quando me olha se desfaz da armada 
Me fez querer permanecer 
E ao seu lado viver 
Seja na distância ou na estrada 
No seu coração fazer morada 


Fabi Nunes

terça-feira, 16 de maio de 2017

Coisas simples

 ​
Pq eu gosto do simples 
Do espontâneo 
Das sutilezas nas entrelinhas 
Do abraço sincero 
Do carinho verdadeiro 
Das mãos entrelaçadas 
Olho no olho 
Cara a cara 
De deixar as convenções de lado 
De quebrar o protocolo 
Tentar o impossível 
E torná-lo alcançável 
De palavras plausíveis 
E pessoas de caráter 
O oblívio não me atrai 
O previsível não me desperta 
Não aguça minha vontade 
Sou curiosa e ansiosa 
Gosto de provar o novo 
Me reinventar 
Gosto daquilo que me vira do avesso 
Do que me faz pensar 
E sonhar acordada 
Da vida só quero amor 
Encontrar minha paz 
Numa simples morada 
No campo ou na estrada 
Me sentir amada 

Fabi Nunes

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Tempestade

​ 
Ventos difícies sopram em sua direção 
A tempestade se intaslou no seu coração 
Mas quando toda essa chuva passar, 
Eu ainda estarei lá 
Pra viver dias de verão, 
Outono e primavera 
Em busca do pôr-do-sol 
Em um barco à velas 
E assistir com vc a lua tocar o mar 
Ver o brilho nos seus olhos 
E o sorriso de novo a habitar 
A felicidade de volta ao teu peito 
E o coração a cantar, 
Contigo pra sempre eu vou estar 

Fabi Nunes

domingo, 29 de janeiro de 2017

Destino

​ 
E do nada ela surgiu, 
Como um sonho bom 
Um novo sopro na alma, 
Uma brisa leve no coração, 
Que do nada vira um furacão... 
Me atravessou com sua intensidade, 
Uma linda mulher, 
Uma doce tentação... 
Mexeu com meus pilares... 
Ela estava ali a muito tempo, 
De longe a me olhar, 
E eu nunca se quer havia sonhado... 
Nos conhecemos a muito tempo, 
Talvez uma década, não me lembro... 
Mas quando um dia 
Nos encontramos, 
Nossos corações foram lembrando, 
Nos reconhecendo, 
Nos recordando... 
Ela é tão linda, nem pode imaginar 
Que com ela passei a sonhar, 
Cada dia, é com ela que queria estar... 
Não sei pra onde essa história 
Vai me levar, 
E no fim o que vai dar... 
Um dia de cada vez a caminhar, 
Um laço que cresce a cada passo, 
A ansiedade, de com ela estar...

Fabi Nunes

domingo, 13 de novembro de 2016

​ Direções do amor

​ 
Eu tive um amor 
E foi o maior que pude sentir 
Transbordava e somava a minha vida 
Ela foi a alma mais linda que me amou 
Mas nós nos perdemos no tempo 
Na rotina cansativa do cotidiano 
O jardim deixou de ser regado 
E secou, deixando uma paisagem 
Triste e sem cor 
Nosso amor era vida, era colorido 
Cheio de alegrias e sorrisos 
Mas os sorrisos foram substituídos 
Por tristeza e palavras feias 
A magoa começou a se instaurar 
Em nossas vidas, 
As coisas pararam de dar certo 
E nós nos distanciamos 
Mesmo perto 
Nossos corações ficaram longe 
Não estávamos mais caminhando juntas 
As direções de ambas mudaram 
Eu perdi o amor 
E ele me fez perder ela 
Hoje somos estranhas 
Eu e minha antiga primavera 
A vida às vezes dói sem ela 
Aprendendo a viver sem 
O amor que vinha dela 

Fabi Nunes
Google+